Mano não quer time pirotécnico para a Libertadores do centenário

02/07/09 - Fonte: UOL Esporte

Campeão da Copa do Brasil, o Corinthians começa a pensar agora na Libertadores de 2010. Para o presidente Andres Sanchez, a meta é aproveitar a janela de transferências do futebol europeu para trazer ao menos um reforço de peso e tentar, no mesmo período, segurar os principais jogadores do elenco que possam ter propostas para deixar o país. Trazer craques, entretanto, não é a prioridade de Mano Menezes.

A ideia de alguns diretores do Corinthians de dar a Mano Menezes um time recheado de estrelas para tentar a conquista continental no ano em que o clube completa 100 anos de existência não agrada o treinador. “Nada de pirotecnia por causa do centenário. Temos exemplos, ao longo da história, de times que fizeram isso e não deu nada certo. Equipe boa se faz com a evolução dos jogadores ao longo do tempo”, disse o comandante.

As especulações envolvendo possíveis saídas e chegada de reforços norteou a maior parte das perguntas feitas a Andres Sanches nos vestiários do Beira-Rio depois da conquista da Copa do Brasil. Informações dão conta de que Edu estaria próximo de retornar ao time e de que André Santos pode deixar o clube em breve.

“É por isso que eu digo que, como presidente do Corinthians, meu tempo para festejar é curto e para sofrer é longo. Agora já começa o trabalho e toda a dor de cabeça para dar aumento de salário a jogadores, renovar contratos e tentar novas contratações”, disse Sanchez.

O presidente já havia confirmado o interesse em Edu, contato que ele consiga ser liberado pelo Valência. Já o lateral-esquerdo interessaria a Roma e também a Juventus. No entanto, até agora, nenhuma proposta oficial foi feita ao jogador.

“Até agora, não apareceu nenhuma oferta pelo André. Mas não podemos ser hipócritas. Se surgir uma proposta que seja interessante para o clube e também para o jogador, não tem como segurar ninguém”, completou o cartola.

Já para Mano Menezes, manter o time deve ser a prioridade da diretoria para o ano do centenário. “Temos que segurar o máximo que puder do atual elenco, porque foram eles que elevaram o time ao status que temos hoje. Isso, combinado com a chegada de algumas peças, vai fazer o Corinthians forte para disputar títulos”, avisou.

Dentro deste pacote de manutenção do elenco pedido por Mano está a permanência de Ronaldo, que tem contrato apenas até o final desta temporada. Mas o Fenômeno deve ficar no Parque São Jorge. “O Ronaldo está feliz com o que tem recebido no Corinthians e nós estamos felizes com o que estamos recebendo dele. Como existe uma cláusula contratual que nos dá preferência na renovação, diria que sua permanência está 50% certa”, finalizou.

 

Viagra reviews